Trump impõe regras mais rígidas para concessão do Greencard

Trump impõe regras mais rígidas para concessão do Greencard
Kirstjen Nielsen, secretária de Segurança InternaReprodução Internet

Proposta tem mais de 400 páginas e deve enfrentar resistência de grupos de defesa de imigrantes.

WASHINGTON – Aquilo que era boato está se transformando em realidade. O governo Trump anunciou neste sábado (23) uma série de novas regras que visam deixar ainda mais difícil autorizar a residência permanente para imigrantes que se beneficiaram de políticas públicas como ObamaCare, Medicare, tíquetes-alimentação ou auxilio moradia.

Na sexta-feira (22), Donald Trump disse que estaria lançando medidas incríveis para acabar com a imigração indiscriminada. “Não temos uma política de imigração boa, muito pelo contrário”, disse ele. Durante a campanha de 2016 em que foi eleito presidente dos Estados Unidos, ele chegou a mencionar uma redução na emissão dos Green cards.

São 447 páginas que foram enviadas para o Departamento de Segurança Nacional, o DHS, em que, a partir dessa proposta, quem foi ou é um beneficiário de políticas sociais do governo federal terá problemas para alcançar o Green card. Ele passa a ter essa informação como um peso negativo nesse processo.

“A regulamentação proposta instrumentará uma lei aprovada pelo Congresso que busca promover a imigração autossuficiente e proteger os recursos finitos, assegurando que não se tornem cargas para os contribuintes americanos”, afirmou a secretária de Segurança Interna, Kirstjen Nielsen.

Quem está em processo sabe que o governo tem questionamentos em seus formulários sobre o uso das políticas sociais e solicitam que seja provado que o requerente não seja uma nova “carga pública” ou um “problema para o governo”.

Se essa nova regra for adotada, vai atingir cerca de 382 mil imigrantes que solicitam o “green card” todo ano.

Assim que a proposta seja publicada no Registro Geral, os cidadãos poderão fazer seus comentários. Logo em seguida o DHS pode fazer as mudanças que julgar necessárias ou relevantes com base no que foi escrito e criticado pelos civis. Depois disso é que o texto final será submetido para a proposição final.

O anúncio já causou polêmica e foi assunto nos principais canais de televisão do país e algumas autoridades já se manifestaram contra qualquer mudança que vá dificultar a imigração no país.

Hoje, já se pede aos imigrantes que se candidatam ao “green card” que provem que não serão “uma carga pública”. A nova norma inclui um amplo espectro de benefícios não que poderiam contar negativamente, como tíquetes-alimentação, auxílio-moradia e descontos em receitas médicas para população de baixa renda.

De acordo com o DHS, a norma afetaria pouco mais de 382.200 imigrantes que solicitam “green card” todo ano.

(com informações da ABC News)
Paulo Sergio
ADMINISTRATOR
PROFILE

Carousel

Deixe um comentário

Seu email não será compartilhado em nenhuma hipótese! Algumas areas serão necessárias preenchimento *

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Últimos

Autores

Videos

Todos os Direitos Reservados ao GUIA BRASIL AMÉRICA ®.