Embraer e Boeing: um negócio de US$6 bilhões

Embraer e Boeing: um negócio de US$6 bilhões

Acordo foi anunciado em julho e agora depende do governo brasileiro para ser aprovado.

DA REDAÇÃO – Uma união que pode mexer com o mercado da aviação no mundo. A Embraer anunciou nesta segunda (17) que aprovou os termos do acordo que prevê a criação de uma  joint venture de aviação comercial. 

Segundo a imprensa especializada, o negócio é avaliado em mais de 5 bilhões de dólares, uma estimativa muito maior do que o previsto de US$4,75 bilhões. 

O governo brasileiro ainda precisa aprovar o acordo, já que ele é dono de uma fatia da empresa brasileira e pode vetar decisões estratégicas, como a transferência do controle acionário da empresa. 

A JV Aviação Comercial, como está sendo chamada a nova empresa, terá participação de 80% da Boeing – que fará um aporte de US$ 4,2 bilhões no negócio -, e os 20% restante serão da Embraer. 

A Embraer – que é a fabricante de aeronaves brasileiras – pode vender a sua parte para a fabricante americana a qualquer momento, por meio de uma opção e vendas. 

Após concluída a transação, a joint venture será liderada por uma equipe de executivos no Brasil, incluindo um presidente e CEO. A Boeing terá o controle operacional e de gestão da nova empresa, que responderá diretamente a Dennis Muilenburg, presidente e CEO da Boeing.

A Embraer terá poder de decisão para alguns temas estratégicos, como a transferência das operações do Brasil. A empresa espera que o resultado da operação, descontados os custos de separação, seja de aproximadamente US$ 3 bilhões.

Avatar
Redação
ADMINISTRATOR
PROFILE

Carousel

Deixe um comentário

Seu email não será compartilhado em nenhuma hipótese! Algumas areas serão necessárias preenchimento *

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Últimos

Autores

Videos

English EN French FR German DE Italian IT Portuguese PT Spanish ES