Bolsonaro critica migrantes

Bolsonaro critica migrantes

Um dia depois de sair do Pacto Global de Migração da ONU, presidente brasileiro se porta como Donald Trump na questão migratória.

DA REDAÇÃO – O dia começou agitado no Brasil. Jair Bolsonaro publicou um tweet ameaçando os migrantes que estão no país e os que estão por vir.

Ao melhor estilo Donald Trump, às 5:57am, ele fez questão de dizer que “não é qualquer um que entra em nossa casa, nem será qualquer um que entrará no Brasil via pacto adotado por terceiros”. O tweet ignora que o Brasil havia aderido ao Pacto Global para a Migração da ONU em dezembro, assim como dois terços dos 193 países integrantes do sistema das Nações Unidas.

Com o rompimento, o governo Bolsonaro alinha-se a outros governos de extrema-direita, que hostilizam os migrantes: EUA, Itália, Austrália e Israel. O tweet de Bolsonaro passa a falsa impressão de que o Brasil estaria sendo um destino procurado em massa por migrantes de todo o mundo, o que não é verdade.

No tweet, Bolsonaro rejeita completamente a ideia de diversidade – palavra proscrita no bolsonarismo – ao afirmar que os poucos migrantes que entrarem no país a partir de agora deverão se enquadrar ao status quo do governo de extrema-direita: “Quem porventura vier para cá deverá estar sujeito às nossas leis, regras e costumes, bem como deverá cantar nosso hino e respeitar nossa cultura”.

A atitude do governo mostra exatamente a postura que lhe deu o apelido de Donald Trump da América do Sul.

Avatar
Redação
ADMINISTRATOR
PROFILE

Carousel

Deixe um comentário

Seu email não será compartilhado em nenhuma hipótese! Algumas areas serão necessárias preenchimento *

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Últimos

Autores

Videos

English EN French FR German DE Italian IT Portuguese PT Spanish ES